Este espaço foi criado para os professores e alunos selecionarem questões para serem organizadas listas de exercícios por assuntos. Estamos sempre atualizando com questões de vários vestibulares e do ENEM. Todas as questões estão gabaritadas.

(UNESP 2018) - QUESTÃO

A figura mostra o circuito elétrico que acende a lâmpada de freio e as lanternas traseira e dianteira de um dos lados de um automóvel.

Considerando que as três lâmpadas sejam idênticas, se o circuito for interrompido no ponto P, estando o automóvel com as lanternas apagadas, quando o motorista acionar os freios,

a) apenas a lanterna dianteira se acenderá. 
b) nenhuma das lâmpadas se acenderá. 
c) todas as lâmpadas se acenderão, mas com brilho menor que seu brilho normal. 
d) apenas a lanterna traseira se acenderá. 
e) todas as lâmpadas se acenderão com o brilho normal.

(UNESP 2018) - QUESTÃO

Um foguete lançador de satélites, partindo do repouso, atinge a velocidade de 5 400 km/h após 50 segundos. Supondo que esse foguete se desloque em trajetória retilínea, sua aceleração escalar média é de

a) 30 m/s² 
b) 150 m/s². 
c) 388 m/s². 
d) 108 m/s². 
e) 54 m/s².

(UNESP 2018) - QUESTÃO

O heredograma mostra os tipos sanguíneos do sistema ABO de alguns familiares de João e de Maria.
A probabilidade de João e Maria terem uma criança com o mesmo tipo sanguíneo da mãe de Maria é

a) 1/8. 
b) 1/2. 
c) 1/4. 
d) 1/16. 
e) 1/32.

(UNESP 2018) - QUESTÃO

A amônia (NH3) é obtida industrialmente pelo processo Haber-Bosch, que consiste na reação química entre o gás nitrogênio proveniente do ar e o gás hidrogênio. O processo ocorre em temperaturas superiores a 500 ºC e pressões maiores que 200 atm e pode ser representado pela equação química:

N2 (g) + H2 (g) → 2NH3 (g)

A amônia produzida por esse processo tem como uma de suas aplicações a fabricação de fertilizantes para o aumento da produção agrícola. Na natureza, a amônia também é produzida tendo o ar como fonte de gás nitrogênio, que é assimilado

a) pelo micélio dos fungos filamentosos. 
b) pela respiração dos animais invertebrados que vivem no solo. 
c) por bactérias no solo e nas raízes de leguminosas. 
d) pelo processo de fotossíntese realizado por plantas e algas. 
e) pela decomposição dos tecidos dos seres vivos.

(UFF) - QUESTÃO

“Visto que, de fato, a Constituição de 1946 estabeleceu normas e medidas para a instalação de uma estrutura democrática no país, dando ensejo a uma abertura do processo político nos dezoito anos subsequentes, ao observador mais descuidado a redemocratização pode parecer mais radical do que na realidade o foi.” 
SOUZA, Maria do Carmo Campello de. Estado e Partidos Políticos no Brasil (1930-1964). São Paulo: Alfa-Omega, 1976, p. 105.

Com base nas afirmações contidas no texto, é possível afirmar que 

a) a redemocratização iniciada em 1945 perdeu sua radicalidade por ter sido apenas um ritual político, vazio de efetivos partidos. 
b) a redemocratização de 1945 só pôde existir em função da criação de três novos grandes partidos políticos, totalmente independentes de vínculos com o Estado Novo: o PSD, a UDN e o PTB. 
c) o retorno do pluripartidarismo e de eleições diretas foram superpostos à estrutura herdada do Estado Novo, marcada pelo sindicalismo corporativista e pelo sistema de interventorias. 
d) a redemocratização não foi radical devido à preponderância que teve, junto a ela, a União Democrática Nacional (UDN), partido formado com o beneplácito de Vargas. 
e) a hipertrofia do Poder Legislativo foi uma das consequências da redemocratização.

(ESPM) - QUESTÃO

Um empréstimo de R$ 10000,00 foi pago em 5 parcelas mensais, sendo a primeira, de R$ 2000,00, efetuada 30 dias após e as demais com um acréscimo de 10% em relação à anterior. Pode-se concluir que a taxa mensal de juros simples ocorrida nessa transação foi de aproximadamente: 

a) 2,78% 
b) 5,24% 
c) 3,28% 
d) 6,65%
e) 4,42% 

(UFF) - QUESTÃO

Construído no século XIX, o Canal de Suez, um dos maiores símbolos da dominação ocidental na África sob a égide do Imperialismo, localizado em terras do Egito, pertencia a capitais privados franceses e ingleses. A história de sua construção demonstra clara diferenciação entre os países expansionistas e os dominados. Mais que dois mares, liga dois mundos diferentes social, econômica e politicamente. Em 1956, com a nacionalização do Canal de Suez pelo governo egípcio, dirigido por Gamal Abdel Nasser, iniciou-se um conflito entre o Egito, de um lado, e Israel, Inglaterra e França, do outro. A atuação desses dois últimos países foi a última tentativa de expansão colonialista do século XX. Ao fim da guerra, com a intervenção diplomática dos Estados Unidos e da União Soviética, o Egito passou a controlar o canal e Nasser se afirmou como o grande líder da região. 

A crise de Suez é marcada por diversos fatores dentre os quais pode-se apontar:

a) a tendência radical muçulmana, identificada com o multiculturalismo, denominada xiismo; 
b) o fim da República Árabe Unida, com o fracasso da tentativa de unificação dos povos árabes; 
c) a política de alinhamento, surgida na Conferência de Bandung, na Indonésia, como afirmação da hegemonia norte-americana; 
d) a Guerra Fria, que marcou a disputa entre Estados Unidos e União Soviética e o declínio econômico e político da Europa , após a Segunda Guerra Mundial; 
e) a política da OPEP (Organização dos Países Produtores de Petróleo), elevando os preços do produto, vinculando-os ao apoio desses países aos árabes e promovendo o isolamento de Israel.

(UFF) - QUESTÃO

Durante a Primeira República, a liderança do movimento operário no Rio de Janeiro e em São Paulo foi disputada por diversas correntes políticas. 

Dentre essas correntes pode-se identificar : 

a) o socialismo utópico e o PTB 
b) o trabalhismo e o PT 
c) o anarco-sindicalismo e o socialismo 
d) o queremismo e o anarco-sindicalismo 
e) o Partido Comunista Brasileiro e o PTB

(UFF) - QUESTÃO

O Período Regencial, compreendido entre 1831 e 1840, foi marcado por grande instabilidade, causada pela disputa entre os grupos políticos para o controle do Império e também por inúmeras revoltas, que assumiram características bem distintas entre si. Em 1838, eclodiu, no Maranhão, a Balaiada, somente derrotada três anos depois. 

Pode-se dizer que esse movimento: 

a) contou com a participação de segmentos sertanejos – vaqueiros, pequenos proprietários e artesãos – opondo-se aos bem-te-vis, em luta com os negros escravos rebelados, que buscavam nos cabanos apoio aos seus anseios de liberdade; 
b) foi de revolta das classes populares contra os proprietários. Opôs os balaios (sertanejos) aos grandes senhores de terras em aliança com escravos e negociantes; 
c) foi, inicialmente, o resultado das lutas internas da Província, opondo cabanos (conservadores) a bem-te-vis (liberais), aprofundadas pela luta dos segmentos sertanejos liderados por Manuel Francisco dos Anjos, e pela insurreição de escravos, sob a liderança do Negro Cosme, dando características populares ao movimento; 
d) lutou pela extinção da escravidão no Maranhão, pela instituição da República e pelo controle dos sertanejos sobre o comércio da carne verde e da farinha – então monopólio dos bem-te-vis –, sendo o seu caráter multiclassista a razão fundamental de sua fragilidade;
e) sofreu a repressão empreendida pelo futuro Duque de Caxias, que não distinguiu os diversos segmentos envolvidos na Balaiada, ampliando a anistia decretada pelo governo imperial, em 1840, aos balaios e aos negros de Cosme, demonstrando a vontade do Império de reintegrar, na vida da província, todos os que haviam participado do movimento.

(UFF) - QUESTÃO

Dentre os efeitos provocados pelo fenômeno identificado como La Niña, no território brasileiro, destacam-se as fortes chuvas nas regiões Norte e Nordeste e estiagem no Sul. A respeito do fenômeno La Niña, é correto afirmar que o mesmo é causado pelo: 

a) esfriamento rigoroso das águas profundas do oceano Atlântico 
b) intenso aquecimento das águas setentrionais do oceano Pacífico 
c) forte aquecimento das águas meridionais do oceano Atlântico 
d) resfriamento anormal das águas equatoriais do oceano Pacífico 
e) aquecimento eventual das águas superficiais do Golfo do México

(UFF) - QUESTÃO

Ao iluminar a caverna, o espeleologista descobre um lago cristalino e observa que a água de uma infiltração através das rochas goteja periodicamente sobre o lago, provocando pulsos ondulatórios que se propagam em sua superfície. Ele é capaz de estimar a distância (d) entre dois pulsos consecutivos, assim como a velocidade (v) de propagação dos mesmos. Com o aumento da infiltração, o gotejamento aumenta e a quantidade de gotas que cai sobre a superfície do lago, por minuto, torna-se maior. 

Comparando essa nova situação com a anterior, o espeleologista observa que: 

a) v permanece constante e d aumenta; 
b) v aumenta e d diminui; 
c) v aumenta e d permanece constante; 
d) v permanece constante e d diminui; 
e) v e d diminuem.

(UFF) - QUESTÃO

Nas primeiras décadas do século XIX, ocorreu uma verdadeira “redescoberta do Brasil”, como identificou Mary Pratt, graças à ação de inúmeros Viajantes europeus, bem como às Missões Artísticas e Científicas que percorreram o território, colhendo diversas informações sobre o que aqui existia. Foram registrados os diversos grupos humanos encontrados, legando-nos um retrato de diversos tipos sociais. Rica e fundamental foi a descrição que fizeram da Natureza, revelando ao mundo diferenciadas flora e fauna. Entretanto, até o início dos oitocentos, os estrangeiros foram proibidos de percorrer as terras brasileiras, e eram quase sempre vistos como espiões e agentes de outros países. 

O grande afluxo de artistas e cientistas estrangeiros ao Brasil está ligado: 

a) à política joanina, no sentido de modernizar o Rio de Janeiro, inclusive com o projeto de criar uma escola de ciências, artes e ofícios; 
b) à pressão exercida pela Inglaterra, para que o governo de D. João permitisse a entrada de cientistas e artistas no Brasil;
c) à transferência da capital do Império Português de Salvador para o Rio de Janeiro, modificando o eixo econômico da Colônia; 
d) à reafirmação do pacto colonial, em função das proposições liberais da Revolução do Porto; 
e) à política de vários países europeus, que buscavam ampliar o conhecimento geral sobre o mundo, na esteira do humanismo platônico.